terça-feira, 15 de abril de 2008

regresso da morte


“Há dois tipos de experiências e tudo o que acontece é o resultado das atitudes tomadas durante a vida, dos processos mentais pessoais, etc. Não é o mesmo para todas as pessoas. Mesmo nos seres comuns há uma grande variedade de experiências. As pessoas que tiveram compaixão durante a vida ou pelo menos durante os últimos anos de vida, terão as mesmas experiências no estado intermediário. Mas o estado intermediário será diferente para as pessoas que durante a vida tiveram um temperamento medíocre ou geralmente negativo. Há também uma diferença relacionada com o tipo de nascimento que teremos na próxima vida. “

“Há um fenómeno chamado “regresso da morte” ou delok em tibetano. Lembrem-se do que vos contei sobre a experiência da mãe que pediu à filha para não tocar no seu corpo e que ficou imóvel durante uma semana, depois acordou e descreveu os lugares que tinha visitado enquanto estava imóvel. Isto pode ser visto como um fenómeno de regresso da morte. Neste caso a conexão entre o corpo grosseiro e a energia- espírito muito subtil foi cortada? É incerto. Não temos a certeza se a pessoa ainda respira, ou se houve uma respiração subtil durante esse período. Como não sabemos há várias possibilidades. Se é o corpo especial do sonho que roda em volta do copo grosseiro então isso não implica que a energia muito subtil esteja cortada. Ou talvez a energia muito subtil tenha sido cortada do corpo grosseiro, partiu e depois voltou. O caso que contei é muito problemático porque a mulher não teve esta experiência, tanto quanto sei, como resultado de uma pratica meditativa muita profunda mas sim como simples resultado do seu karma combinado com a configuração de circunstancias especiais. É muito difícil acreditar que a energia-espírito muito subtil se tenha dissociado completamente do corpo grosseiro sem uma pratica meditativa muito profunda. É uma questão que deixo aberta”.

“De uma forma geral, se a relação entre a energia- espírito muito subtil e o corpo grosseiro foi cortada é irreversível. No entanto, para os que tem uma realização superior, é possível através da pratica meditativa separar a energia- espírito muito subtil do corpo grosseiro e traze-la de volta. “