domingo, 21 de junho de 2009

GPS.pt

Hoje li: "a forma como percebemos o universo, o tempo, a morte e o renascimento têm muito a ver com a altitude e a latitude." A geografia que define o espaço onde estamos, torna pertinente a pergunta que nos primeiros tempos se fazia qd falava ao telemovél: onde estás?, sabendo bem q a resposta podia ou não corresponder ao real. Talvez dai o sucesso do GPS e do seu jogo associado à localização- um jogo infantil, adaptado a adultos_ é divertido encontrar coisas escondidas_ "Algumas caches contêm o que se chama de "travel bugs" ou "Geocoins" - objectos que se deverão mover de cache em cache, e cujos percursos são registados online." e devemos evitar que as tais coisas sejan destruídas por muggles (aqueles que não estão a par do "jogo").

No Tibete era comum alguns yogis esconderem objectos, livros, etc, para mais tarde serem descobertos, pois achavam que tudo têm um tempo certo para se manifestar e aparecer- um tempo e lugar certos.

Nós por cá temos pouca montanha e muita praia e parece-me que pouco sabemos da nossa localização priveligiada, temos que voltar a pôr-nos no mapa como país e como pessoas_ podemos ser um país gourmet e ter tempo de qualidade para nós mesmos, tempo para fazer aquelas coisas de que gostamos, tempo para descobrir os tesouros escondidos da nossa infãncia (ou outros) que nem sabemos que existem, tempo para agradecer o estarmos vivos e de boa saúde, tempo para unir o espaço\tempo num dolce far niento.A pouco e pouco saberemos onde estamos como pessoas e como país_ no tempo e local certos.

Sem comentários:

Enviar um comentário