quarta-feira, 5 de agosto de 2009

dhama\ sinal verde

Ao ouvir as buzinas, dei um sorriso largo e, é claro, arranquei. O som das buzinas me tirou do torpor de minha vigilância, da niroda que gerei, que acabou impedindo que eu visse justamente o que me tiraria do lugar: o sinal verde! no blog