domingo, 22 de agosto de 2010

história secreta_sagrada de Portugal

António Telmo (1927-2010) morreu há poucos dias, autor da História Secreta de Portugal, livro essencial para se olhar vendo os múltiplos laços do mosteiro dos Jerónimos. Eu li e cresceu em mim o respeito por esses arquitectos que não se limitavam a empilhar tijolos. O seu funeral realizou-se hoje 22 de Agosto, em Estremoz, pela 9 horas.Desejo que encontre e siga a luz que tanto procurou.


"António Telmo define o Mosteiro dos Jerónimos como uma "Oração de Pedra". «A oração está tão viva como então; a forma como ela é escutada depende sempre é das pessoas «A arquitectura permite a ligação entre a Terra e o Céu - a boa arquitectura é claro. Depois há a arquitectura titanesca, como a americana, que assalta o Céu com violência;


Todo o percurso iniciático presente no Claustro dos Jerónimos é considerado por muitos como mera ornamentação, destituída de qualquer sentido. Mas o pensamento do escritor transcende o racionalismo desenfreado do Mundo Moderno. «Hesitei entre "História Secreta" e "História Sagrada". A palavra secreta, contudo, é a mesma que a palavra sagrada. O secreto é aquilo que está separado; e o sagrado tem o mesmo sentido; têm ambas as palavras a mesma raiz "sec-". Na hesitação, escolhi "História Secreta", porque "História Sagrada" era um título que poderia ser entendido como tendo alguma presunção. "História Secreta" agradou mais às pessoas, pois elas têm um grande desejo pelo misterioso; estão fartas daquelas coisas que estão à vista. ...Assim também se vendeu o livro. Mas quem ganhou com isto foi o editor que nunca me pagou nada (risos)!»

O Quinto Império não é deste mundo. O salto dá-se para outro plano, para o "plano imaginal". Quer dizer, o que agora se está fazendo, o que agora se está pensando não se fará sentir no mundo material. O belo realizar-se-á num plano superior. Aí, sim, é onde poderá surgir o Quinto Império. Aliás, o mundo real é o do espírito.»


Por fim a esperança: «Um dos sinais do Quinto Império é que ainda há andorinhas.». Enquanto houver um homem onde resida a espiritualidade, há sempre um princípio do Quinto Império.» no blog lusifonia



o blog da revista ENTRE também o homenageia.