lacoste

lacoste

sexta-feira, 29 de abril de 2011

a nossa natureza

verdadeira não é a mente "não sei". Entre a mente "sei e não sei" de todos os seres, entre os 360 ossos e os 84 mil poros da nossa pele, entre todos os "gosto e não gosto", cortamos conceitos e tal como na pub da nike "just do it"_fazemos o que nos parece justo no presente, saímos do molde desde o princípio, de preferência com sabedoria ou em termos budistas acompanhados por uma "wisdom dakini".

terça-feira, 26 de abril de 2011

percepção|concepção

Henri Cartier-Bresson disse que uma foto é sincronizar a cabeça, o olhar e o coração afirma o fotografo Andy Karr. (link na foto e entrevista em BG214) acrescentando: “O ponto da fotografia contemplativa é ajudar as pessoas a ver, ajudar as pessoas a ter uma experiência direta em vez de uma experiência do mundo apenas inferencial ou em pensamento”.
digo eu: a percepção - o olhar - une-se à concepção no coração, o que ajuda a ter uma visão clara do real.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

37 _25.04.2011

1. a importância das preliminares é geralmente aceite em todos os aspectos da vida por pessoas de bem,  elas dão-nos uma base sólida de construção do ser. Uma dessas práticas são os 37 actos virtuosos dos que pretendem ser herdeiros legítimos de uma tradição. 

2. Segue-se a prática principal e por fim as finições, como quem dá um nó para que um fio não quebre.


3. dizem os mestres tibetanos: "Tal como os mestres espirituais praticaram os actos preliminares principais e finais, beneficiando todos os seres, possamos nós também seguir os seus passos."_Jikmé Khyentse

"Tal como os mestres espirituais conseguiram desenvolver um bom coração para com todos os seres, possamos nós seguir as suas pegadas e ter um coração bondoso."_Pema Wangyal

domingo, 24 de abril de 2011

o que faz a vida

ser tão intensa, é o reconhecimento da sua profunda impermanência" disse o compositor Peter Lieberson que morreu dia 23 de Abril em Israel. Budista compôs "O canto guerreiro do Rei Gesar" Emotivo o artigo de alex ross critico musical no the new yorker 

1. se é verdade que nenhum de nós pode vencer a morte, ela pode ser um pássaro livre cruzando os céus do nosso ser_ digo eu.
2. uma musica 

sexta-feira, 22 de abril de 2011

o melhor ainda está para vir

estive a ler um post que nos diz que a história está cheia de exemplos que nos mostram que os pessimistas são incapazes de prever o futuro. Em 1927 achavam que ninguém gostaria de filmes falados e em 1977 que ninguém queria um computador em casa.

"a raça humana é uma máquina colectiva de resolução de problemas diz o biologista Matt Ridley no seu livro The Rational Optimist. ninguém sabe como e por quem seremos salvos, mas a história ensina-nos que os inventores de soluções radical-inovadoras já estão a viver entre nós algures_ se calhar num local perto de si.  acabo com uma pequena nota portuguesa: foi com uma simples técnica e muita audácia que N.A.Pereira venceu os nossos amigos aqui do lado.

http://www.odemagazine.com/blogs/intelligent_optimist/23382/the_best_is_yet_to_come

à procura da melhor imagem

nepal, 2011

sábado, 9 de abril de 2011

quarta-feira, 6 de abril de 2011

narcisismo | sabedoria

0. O narcisista não tem empatia. Não reflete sobre o impacto do seu comportamento nos outros. Só vê a sua própria imagem no espelho.
1. O sábio é como a água do lago onde surge o seu reflexo, sabedoria do espelho que pode viajar para lá utilizando-o como porta, quando a sua mão toca no chão.
Ao olhar o espelho o sábio vê- se a si e aos outros_ o céu azul com nuvens compassivas.
Tal como o elefante nomeado rei da selva.
 
Tal como alice do outro lado do espelho que nova aventura começa.
2. "Num quente mês de Março, Alice brinca com as suas gatas quando se pergunta como será o mundo do outro lado do espelho. Para sua grande surpresa, descobre que tem o poder de atravessar um espelho e descobre um livro misterioso que só pode ser lido pelo seu reflexo. Quando atravessa o jardim das flores vivas, depara-se com um grandioso jogo de xadrez em que ela terá de participar."  _
"A questão está em saber, disse alice,  se tu podes fazer que as palavras tenham significados diferentes". - "A questão está em saber, disse humpty dumpty, quem deverá ser o mestre, é só isso."
 

segunda-feira, 4 de abril de 2011

a criação de jardins com baixos consumos de água


Dias 13 e 14 de Abril. As principais espécies de plantas xerófitas e seus métodos de cultivo. Fundamentos sobre a criação de jardins com baixos consumos de água.

A xerojardinaria é uma técnica que surgiu nos anos 80 nos Estados Unidos após uma seca prolongada em Colorado que provocou restrições de água e, portanto, a necessidade de criar espaços verdes cada vez mais eficientes no seu uso. O resultado da aplicação são jardins que requerem menos água e, ao mesmo tempo, menos recursos humanos e materiais, dado que não requerem uma manutenção intensiva nem muitos fertilizantes ou pesticidas.

A utilização racional da água deve ser uma preocupação. Hoje em dia, podemos diminuir as necessidades de água nos jardins se aprendermos a escolher as plantas mais bem adaptadas e com menos exigências ao nível do consumo de água. Podem-se criar jardins de grande qualidade estética e ecológica com o recurso às plantas xerófitas.

Mais informações e inscrições:
Associação dos Amigos do Jardim Botânico da Ajuda
tel: [+351] 213 628 284
telm: [+351] 915 297 90
fax: [+351] 213 622 50
e-mail: info@aajba.com

utilidade da argila

mesmo com doenças ou acidentes graves podemos utilizar a argila como complemento dos tratamentos. Conduzam com cuidado, não é agradável ficar como esta imagem.

"Queridos Amigos,

Uso e abuso da argila! Sempre com resultados fantásticos...aqui vão algumas indicações, a pedido!

Argila deve ser preparada e tomada como segue (do livro "L'argile qui guérit" de Raymond Dextreit):
  

- colocar o correspondente a uma colher de café rasa numa chávena almoçadeira de água. Se possível não utilizar colher de metal, mas sim de madeira. Colocando primeiro a argila e depois a água, nem é preciso mexer;

- tapar com um pano ou prato e deixar assim toda a noite, ou algumas horas, ou havendo esquecimento de preparar com antecedância, pode ser preparada e bebida na hora;

- beber de manhã em jejum será o ideal - a argila estará depositada no fundo, terá que se mexer e beber a água com a argila. Pode também ser tomada meia hora antes das refeições. Convem antes de engolir, bochechar, pois fará bem aos dentes e gengivas, bem como a toda a cavidade bucal.


No caso de pessoas que nunca tomaram, terão que fazer cura de duas semanas primeiro, bebendo só a água argilosa e deitando fora o pó que se depositou no fundo (deitar no caixote do lixo ou na natureza para não entupir os canos). Na terceira semana poderá já beber a água com a argila. Continuar esta cura, semana sim, semana não, pelo tempo que se quiser.

Faz bem a tudo! Em especial é muito importante nesta altura, pois a argila tem a propriedade de absorver tudo o que é nefasto ao nosso corpo (impurezas, toxinas, radioactividade...) purificando-o, ajudando-o a regenerar-se e harmonizando-o. Com efeito, a argila tem a propriedade de interagir com o nosso corpo, estimulando o sistema imunológico, acalmando gastrites e úlceras, reequilibrando funcionamento dos intestinos, propriedades anti tumorais e anti cancerígenas...e muitas mais!

Cuidados a observar:

A argila utilizada ao nível interno poderá agir sobre efeitos de medicação que eventualmente se esteja a tomar, razão pela qual terá que se ter especial atenção nessas situações.

Não colocar a argila nem as preparações que com ela se fizer junto a telemoveis nem computadores para não ser afectada nem desvitalisada pelas radiações.


Poderá adquirir-se a argila para uso interno nas ervanárias. Depois de aberta a embalagem, colocar o conteúdo em frasco de vidro com tampa.

--
Ivone & Joep Ingen Housz

Changchub Chöling - Retreat Centre
Quinta das Águias
Blog
: http://quintadasaguias.blogspot.com/