Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

livros\books



Reorganizei meus livros. O desenho da estante nova mudou a disposição dos livros, de forma que passei horas organizando e reorganizando-os, descobrindo tesouros de conhecimento que preciso ler ou reler;

e também percebendo a falta de alguns livros favoritos, que preciso encontrar ou repor. 

No fim do dia, sentei numa cadeira de frente para os livros, satisfeita com a reorganização, mas principalmente surpresa pela amplidão de sabedoria e conhecimento que foram reunidos em minhas poucas prateleiras. Todos esses livros surgem do espaço da mente-coração, formam-se no intelecto, sendo então escritos, editados, traduzidos se necessário, produzidos e disponíveis para nós. 


 


Enquanto caía no sono na cadeira, por um momento pareceu que a riqueza do conhecimento acumulado nas prateleiras se tornou luminosa e espontaneamente acessível. Porém, meu sono foi pesado e, quando acordei, estava em um estado mental comum. Só pude firmar a resolução de honrar os livros e seus autores relendo-os e contemplando as suas muitas possibilidades para uma sabedoria imensa.


 __________________________________________


 


tradução_On Monday I reorganized The design of the new bookcase  shifted the placement of the books, so I arranged and rearranged for hours, discovering some treasure troves of knowledge that I must read or re-read; finding some missing favorites
 that I must replace or track down. 

At the end of the day, I sat in a chair opposite the books, pleased with my reorganization but mostly amazed at the extent of wisdom and knowledge that has been gathered on my few shelves.
All of these books arising from the space of the heart-mind, forming in the intellect, then written, edited, translated if needed, produced, and provided for us. As I drifted into sleep in the chair, for a moment it seemed that the wealth of knowledge collected on the shelves became luminous and spontaneously accessible. But my sleep was dull and when I woke up, my mind was ordinary. I could only resolve to honor the books and their authors by re-reading and contemplating their many avenues into vast wisdom.
 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

livro oriente distante de Joaquim Magalhães de Castro

As Luis de Camões wrote, himself an adventurer and a soldier, we spread ourselves with slashes of the sword and of love, therefore achieving the first genetic pool which begun in East Africa and went all the way to Japan.In 2002 Joaquim Magalhães de Castro, an acquaintance of mine, sponsored by the Macau International Institutetravelled to Bhurma in search of those Portuguese descendants, the Bayingyis of the Valley of Mu, and published a book of which the photographs are a small part of its contents.In his quest, Joaquim Castro met the archbishop of Mandalay and learnt of the difficulties of communications.In the Valley of the river Mu, Castro found full evidence in the 21st. century of those slashes of love that Camões spoke of.

facebook do autor do livro, Joaquim Magalhães de Castro  sobre os portugueses na Birmânia, no vale de mu e de um livro para aficionados:

link


diz o autor: «Pese os 500 de permanência no Oriente, de viagens, rebeldias e desobediências por esse mar dentro somos tão conhecidos na Ásia moderna como o Luxemburgo que nunca saiu do colo da Europa», in ORIENTE DISTANTE. (12€)

 "Trata-se de um conjunto de textos em jeito de crónicas de viagem que abrangem a Região Autónoma do Xinjiang, na China, a Mongólia, o Quirguistão, o Japão, o Vietname e o Camboja. Espero que gostem. Boa viagem!.

“Be who you are. _12.12.2012

 ao acaso
testemunho de um pai de trigémeos

santa marta padroeira das cozinheiras e donas de casa
http://avidaportuguesa.blogspot.pt/2012/11/iluminacao-ao-alto.html
e por fim o bom chá  dos Açores :
http://avidaportuguesa.blogspot.pt/2012/11/dos-anais-da-imprensa-mundial.html