quinta-feira, 5 de junho de 2014

entre traição e tradição

 "We cannot invent a new lineage because a lineage must be received. It must be received by transmission. " -- Mestre budista Ponlop Rinpoche.

Sem perceber muito sobre a Opus Dei e os bancos portugueses, realço na entrevista de Jardim Gonçalves que ouvi ontem:  ele disse e bem que as pessoas são mais importantes que as cadeiras, e muitos que tentam tirar o lugar dos outros, ficam com a cadeira mas não o lugar - falsos reis que caem.

 E outra frase que eu diria estranha para classificar um homem ético: "Percebo que a sua nomeação tenha provocado surpresa em alguns, mas escolhi-o por não me parecer que tivesse um calado de defeitos que o impedisse de ser presidente do banco. Sabe o que é um calado? (…) É a distância que vai do fundo do barco à linha de água. Se a pessoa possui um calado muito grande acaba por encalhar. Neste tipo de escolhas não podemos ir pelas qualidades porque estas esvoaçam, vamos pelos defeitos porque se agudizam quando se tem o poder. Pensei que Paulo tivesse menos defeitos, talvez não o conhecesse tão bem ou ganhou-os a seguir, não sei."



Para os que querem perceber a recente actualidade em Portugal, 1 livro a ler.