quinta-feira, 27 de julho de 2017

Acqua di Portokáli Eau de Parfum





Uma explosão aromática e vibrante que elogia as laranjas amadurecidas
pelo inigualável sol português, numa fusão de citrinos frescos e sumarentos, acompanhados pela elegante rosa branca e a madeira de cedro, num eau de parfum intemporal.

The fragrant  burst of aromatic, fresh oranges ripened under the unparalleled Portuguese sun is the star of this juicy fresh citrus blend accompanied by an elegant white rose and cedar wood, in a timeless eau de parfum.
Acqua di Portokáli Eau de Parfum – ACQUA DI PORTOKÁLI

Acqua di Portokáli?
Ao fim de 11 anos a fazer perfumes para os outros, achei que era o momento. Nunca foi uma preocupação, na verdade. No caso do Acqua di Portokáli, o meu trabalho foi de depuração. Eu quis chegar a uma composição bela pela simplicidade e pela pureza. Há cinco matérias-primas dominantes, embora existam outras por trás que ajudam as primeiras a brilhar, são os figurantes. O ponto de partida foi uma fórmula clássica da perfumaria com mais de 100 anos, a água de Portugal. Apesar de ser um eau de parfum com 20% de concentração, o que não é muito comum em perfumaria, tem na base a laranja e mais dois citrinos que ajudam o primeiro a brilhar, o limão e a bergamota. Quis pegar na laranja como símbolo de Portugal. Poucas pessoas sabem, mas, durante muitos anos, Portugal produziu laranjas para a perfumaria, laranjas do Algarve. Essa indústria perdeu-se. Fomos totalmente comidos por outros países muito maiores em termos de produção. Mas a laranja do Algarve era muito elogiada, pela pouca acidez, por ser muito sumarenta, por ser aquela laranja amadurecida pelo sol, com aquele lado mais quente. Os citrinos são das matérias mais alegres e mais bem-dispostas da perfumaria, mas também das mais difíceis de trabalhar sem que se evidenciem muito. Mas eu quis trabalhar esse lado do puro, para que quando sentimos o perfume sejamos remetidos para um pomar extenso de laranjas ao final do dia, com aquela luz dourada. Por isso, o nome do perfume. Uma referência indireta a Portugal, mas também porque laranja em grego se diz portokáli. Mas depois, tem o lado mais sofisticado da rosa branca. É das rosas mais caras de se produzir, por ser também a menos comum. É a mulher sofisticada e elegante atrás de um citrino que está de peito cheio a querer mostrar-se cheio de vontade. Depois, uma madeira de cedro, extremamente aromática a fechar o perfume. Ajuda a dar consistência, segurança e alguma maturidade, já que os citrinos têm este lado um bocadinho teen.link

Sem comentários:

Enviar um comentário