stupa do malhão.loulé.algarve.pt




O STUPA é representação simbólica dos cinco elementos universais: a terra, o ar, a agua, o fogo, e o espaço.site: http://stupapaznomundo.org/home

A associação STUPA do Malhão para a paz no mundo iniciou a sua actividade em 31 de Outubro de 2012. A associação traz ao Templo do Malhão para ensinar e orientar as sessões de prática de orações e meditação, os seus mestres mentores. O local para a construção do stupa do templo do malhão foi escolhido por Tulku Pema Wangyal e consagrado por Trulshik Rinpoche.
A construção do stupa terminou em 2008 e as cerimónias de consagração foram executadas no dia 14 de Outubro de 2008 na presença de Rinzin Pema Rinpoche, Jigme Khyentse Rinpoche, Pema Wangyal Rinpoche e Rangdreul Rinpoche e Yangchenla e vários elementos da sangha budista.
Tulku Pema Wangyal Rinpoche disse que o Stupa tem relíquias preciosas do Buda Shakyamuni e do Buda anterior Kashyapa, de Guru Rinpoche e de muitos outros mestres da linhagem. Os efeitos positivos de entrar em conecção directa ou indirecta com o stupa são imensos. Os stupas são colocados em locais que podem promover a harmonia e a paz no mundo e neutralizar as forças negativas. Os stupas são locais de peregrinação e de oração: podem andar à volta deles no sentido dos ponteiros do relógio, oferecer flores, velas e rezar no local o que terá como resultado muitos méritos. Se alguém tem problemas emocionais, familiares, de saúde ou financeiros, sejam quais forem as dificuldades, deve pensar no stupa, visualizar a sua forma, rezar ao Buda e tudo ficará bem.
À volta do stupa há um espaço quadrado, com um corrimão e quatro portas. O corrimão simboliza a protecção da nossa mente contra as emoções negativas e as quatro portas representam as quatro meditações ilimitadas: o amor incondicional, a compaixão, alegria e a equanimidade para com tudo.
Para entrar neste recinto sagrado há cinco escadas, que simbolizam os cinco caminhos e nos quatro cantos há quatro pilares que simbolizam os quatro selos ou seja, as Quatro Nobres Verdades dos ensinamentos do Buda que são: a Verdade do sofrimento, a Verdade da causa do sofrimento, a Verdade da cessação do sofrimento, cessação significa libertação graças à Quarta Verdade – a Verdade do Caminho.